sábado, 13 de novembro de 2010

Incertas definições





O Anjo tem medo da definição
Do destino planejado e encaminhado
Teme, pois suas asas
foram feitas para fazê-lo voar
O Anjo sabe que a satisfação
é uma consequência do conhecer
Do novo, do inesperado...
O Anjo crê que, a razão
é como cálculo matemático
que trás o fim certo, exato
E é na incerteza
que nasce sua inspiração
O Anjo é leigo para o cotidiano
pois seu único e organizado plano
não continha uma programação
O Anjo precisa voar
e tornar o distante seu vizinho
Ninguém que não saiba voar valoriza o Anjo
Pois quem se move apenas com os pés
conhece um único e previsível caminho.

Marcelo Poeta

Um comentário:

ivanlantyer disse...

Esse seu anjo, Marcelo, certamente é o inverso dos cientistas e dos físicos. Também não se entenderia com os filósofos.
Muito capcioso o início:
"O Anjo tem medo da definição
Do destino planejado e encaminhado
Teme, pois suas asas
foram feitas para fazê-lo voar"