quinta-feira, 21 de outubro de 2010

O ontem do amanhã


Tu podes embarcar comigo agora
para o mundo que eu criei
Onde as coisas que eu não sei
São como as nuvens
Que formam o desenho que eu quiser
Serás neste mundo a única mulher
E à ti irão todos os meus versos
meus carinhos mais diversos
e toda a flor que for bem-me-quer
Acordará feliz a cada dia
Com boca suave de melodia
Beijando o sol de amanhecer
Te livrarei de anomalias
E de qualquer melancolia
Que havia antes de me conhecer
Quem dera eu tivesse o poder
De fazer real todo sonho meu
É triste sonhar que sou todo teu
Pois o ser é o desejo de dominador
E nunca escravo de qualquer amor
Confesso sou in e diferente
Eu sonho com a gente do jeito que for.

Marcelo Poeta

Um comentário:

DEIXE O SEU COMENTÁRIO COM ENDEREÇO DE E-MAIL OU BLOG. disse...

Olá Marcelo parabéns pelo blog,encantador!
Grande abraço
Lara Barros.

ww.prolegomenosdelara.blogspot.com