sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

O menino Poeta























Hoje à tarde
Uma borboleta
Convidou-me para dançar

E ao som do vento
Fomos nós dois
Viajando pelo mundo dos sonhos
Muitos deles estavam perdidos
Lá na minha infância...

Será que são meus olhos
De menino poeta
Que ainda vêem
E tiram borboletas pra dançar?

Ou será que somos todos
Adultos cegos
Que deixamos de ver poesia
E de ver a beleza do amor
Espalhados na natureza?

Marcelo Poeta/Mário Feijó
16.02.11

Um comentário:

www.poesia.artesplasticas disse...

Ficou lindo "menino poeta" e eu orgulhoso por estar na tua galeria...